• Susse Magazine

The Baggios se reinventa, fala de empatia e em queda de Bolsonaro na fase pós-Vulcão

Música, produzida em casa, enfatiza engajamento da banda no atual momento político


Depois de quase dois anos do lançamento do álbum “Vulcão”, indicado ao Grammy Latino 2019, a banda sergipana The Baggios lança a inédita “Quarentena Serigy”. A nova música, repleta de coros, mostra enfático posicionamento político, percorre novas direções sonoras, unindo elementos do cancioneiro brasileiro, e valoriza harmonias vocais.


Ouça o novo single nas principais plataformas de streaming: https://song.link/X8dVjkpxb3Z7D.


Como sugere o título, Júlio Andrade (voz, guitarra, violão, contrabaixo elétrico), Gabriel Perninha (bateria) e Rafael Ramos (teclas, contrabaixo elétrico) compuseram a música durante o isolamento social forçado pela quarentena. “‘Quarentena Serigy nasce de um momento atípico, com todo mundo transformado – a situação mexe com o emocional e o intelecto”, destaca o vocalista/guitarrista.


“Quarentena Serigy” aborda a importância das pessoas se ajudarem e serem mais empáticas; falam da saudade dos encontros afetuosos com seus queridxs e sobre buscar entender a solidão para enxergar esse novo mundo como uma oportunidade de mergulho mais fundo na sua essência.


Violões, pianos, arranjos de cordas com o timbre sombrio do Melotron se juntam as vozes das participações especiais dos incríveis cantores e compositores sergipanos Alex Sant’anna, Diane Veloso, Luno Torres, Arthur Matos e Sandyalê.


Mas é, também, um aceno da The Baggios com o futuro, um momento pós-Vulcão (2018), disco que levou o trio a indicações ao Grammy, uma turnê na Europa e incontáveis shows pelo Brasil. “Nunca estagnamos num único formato de música e esse é o início de uma transição para um possível próximo álbum”, revela Júlio. Segundo o frontman, canções compostas durante a gravação de Vulcão e outras inéditas serão lançadas ao decorrer de 2020.



  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram