top of page
  • Foto do escritorSusse Magazine

Sudano lança novo single e videoclipe “Tudo Que Passou”



Igor Sudano, mais conhecido como Sudano, é cantor, compositor, e reconhecido bodypiercing e infleuncer brasileiro. Natural de Niterói (RJ), aos 29 anos já tem muita história de luta pra contar e teve que correr atrás de seus sonhos e desejos desde cedo. Conseguiu encontrar quem ele é. Resolveu batalhar contra os padrões inseridos nas nossas mentes desde que nascemos.


Artista desde os 10 anos de idade Sudano acredita estar “vindo para abrir sua mente e libertar seus corpos” ao ingressar profissionalmente na indústria fonográfica brasileira, desejo que cultiva há tempos. Os lançamentos do seu terceiro single e videoclipe, “Tudo Que Passou” acontecem dias 13 (áudio) e 16 (vídeo) de JANEIRO de 2023, em todas as lojas digitais, através do selo Astronauta Discos, com edição musical da Warner Chappell e distribuição da Nikita. O videoclipe chega pelo canal oficial do artista no Youtube, @eusudano.


Depois dos singles “Tudo Que Não Somos” e “Mostra Sua Raiva” e “Meu Caminho Não Acaba Aqui”, a nova faixa e clipe vem trazendo uma reflexão que complementa o conteúdo do artista. “Essa música foi um desabafo de alguém que, mesmo vendo todos os defeitos de uma pessoa, deu a ela chances e votos de confiança. Um desabafo de alguém que decidiu acreditar em quem ninguém acreditava, mas no final chegou a conclusão que muitos demoram a chegar: só muda quem quer. Essa música mostra muito aquela pessoa que se

aproveita de tudo e todos, sejam amigos ou meros conhecidos, quer se dar bem a qualquer custo, já perdeu a noção da realidade e, aos poucos, todos vão se afastando. E ela acha que ainda está abalando. A mentira tem perna curta, colhemos o que plantamos e vários outros ditados que sua avó já dizia são bem representados na história desse clipe e dessa música, baseados em fatos reais”, explicou Sudano.


A faixa é a segunda produção artística do guitarrista Breno Dowsley, da banda que acompanha Sudano. Todos estiveram presentes na composição do arranjo. “Pudemos crescer junto com a idéia da música e nos jogar totalmente no clipe”, disse.


Com muita influência em CPM22, Charlie Brown Jr., Blink 182, YUNGBLUD e MGK, entre outras bandas punk rock/emo dos anos 2000 e atuais.



Comments


bottom of page