top of page
  • Susse Magazine

SOLO está de volta com o novo single “Propaganda in my eyes, again (you’re erased)”



SOLO está de volta com uma música que nos remete ao grunge de Seattle do final dos anos 80 “Propaganda in my eyes, again (you’re erased)”.


«É uma música que aponta o dedo para o sistema consumista e como a nossa sociedade nos empurra para o ódio faccional para poder nos controlar mais facilmente, tornando-nos consumidores passivos», diz SOLO.


Nova música, nova mudança de rumo para SOLO que, depois de ter tocado a elektronische musik com "Stati emozionali" passando pelo rock psicodélico de "Don't shoot the piano player (it's all in your head)" e o indie pop de “Algo (você não precisa)”, retorna com uma canção de pura fúria primitiva do grunge: “Propaganda em meus olhos, novamente (você está apagado)”.


«Quando escrevi "Propaganda in my eyes, again (you're erased)" tinha em mente o Nirvana de "Bleach", um álbum sujo e violento, directamente inspirado no som e estilo dos Mudhoney, essencial e directo». "Propaganda in my eyes, again (you're apagados)", na verdade, ao contrário das outras músicas de SOLO, ela é básica, sem muitos overdubs: guitarra, baixo e bateria. (Se não considerar um pequeno "experimento" no rabo da música) «Nas músicas publicadas até agora eu tinha experimentado muito em estúdio, dobrando dezenas e dezenas de faixas, para criar tapetes sonoros e contrapontos entre os instrumentos.


Para "Propaganda in my eyes, again (you're apagados)", dada a natureza da peça, algo mais essencial era necessário. O único overdub que me permiti foi o baixo. São 3 sobrepostos, cada um tratado de forma diferente: um limpo, um passado para um Soul Food, o outro para um Big Muff. Em suma, o A Electro Harmonix me deu uma ótima mão. No final da música, porém, há um "solo" duplo de bateria (dois tambores dobrados, um dos quais distorcido, ideia de Edo ardo Di Vietri, que em seu Hexagonlab Studio me dá uma mão nas mixagens)» , diz SOLO.


bottom of page