top of page
  • Foto do escritorSusse Magazine

Papa Roots: banda resgata a sonoridade rock 2000 de uma década alternativa



A Papa Roots nasceu em 2017, do sonho de três amigos em reviver o rock brasileiro dos anos 90 e 2000. A principio a Papa Roots seria uma banda somente para diversão que buscava tocar todas as bandas que serviram de inspiração de cada um, e formavam a sua “Raiz” musical.


Com a chagada do baterista em novembro de 2017, começam os ensaios e logo no segundo ensaio começam a compor o que seria seu primeiro Hit, a musica “Pedido à Lua”.

O ano de 2018 foi marcado com o inicio das parcerias com a Major Lock, The Mexican e Jeremias, pubs conceituados de Belo Horizonte e em Ouro Preto apresentação no festival de inverno junto com o cantor Ventania, show este que possibilitou o inicio das atividades no meio estudantil de Ouro Preto com shows em festas particulares e comemorativas como a festa do “Doze”.


Em 2019, já com um publico consolidado, e com 05 músicas autorias prontas, a Papa Roots entra em estúdio para gravação. Em Setembro de 2019 lança a música Pedido à Lua em todas as plataformas de streaming e vídeo, contando nos dias atuais com mais de 10.000 execuções.


Durante esse período de gravação, a Papa Roots teve uma baixa na formação, Renan o segundo guitarrista decide sair da banda e explorar outros projetos. Assim foi convidado o guitarrista Lucas Soares que veio com uma nova proposta de sonoridade e terminou as gravações do EP de estreia denominado “Essências”.


Este EP foi lançado no foi o pico da pandemia de COVID no Brasil. Atualmente a Papa Roots está de volta aos palcos e prepara o lançamento do vídeo clip da música Olhos Nublados e está em processo de gravação de 05 novas musicas que serão lançadas no inicio de 2023.


Conversamos com a banda sobre suas influências musicais, planos futuros, trajetória, entre outras curiosidades. Confira!


De onde surgiu o nome "Papa Roots"?

Logo no início, antes de fato a gente se formalizar como banda, sempre nos encontrávamos na praça do papa para tocar as músicas que a gente mais curtia. Com a ideia de começar a ensaiar profissionalmente e de fato formar uma banda completa, o nome Papa surgiu em homenagem a esses encontros na Praça do Papa, e o Roots veio para representar as nossas raízes musicais. Daí surgiu o Papa Roots.

Como e quando a banda surgiu? Vocês já se conheciam antes do projeto?

A banda começou quando nosso vocalista Leão juntou seus dois amigos que não se conheciam para tocar juntos, o Sardinha (baixista) e o Tiago (guitarrista). Começamos tocando na praça do papa de forma despretenciosa para se divertir, até que a ideia começou a tomar forma. Ao decidir criar uma banda, entraram Sanderson (baterista) e Lucas (Guitarrista), que já haviam tocado juntos em outros projetos.

Como foi o processo de gravação e composição do último disco lançado?

Ao longo dos nossos ensaios em estúdio, abrimos espaço para os membros trazerem ideias autorais para trabalharmos juntos. Desta forma, vieram nossas cinco primeiras músicas em sua versão mais crua, que fomos pouco a pouco lapidando em nossos ensaios. Quando as músicas de fato tomaram uma forma consistente, chamamos o produtor André Mendonça para fazer a gravação e produzir as músicas, e ele trouxe ideias incríveis que acrescentaram muito na sonoridade. O processo de gravação foi muito satisfatório e fluido, a nossa sinergia musical se provou mais uma vez, saindo um produto final que foi do agrado de todos da banda.

Quais são as principais influências musicais da banda?

Cada membro tem as suas influencias musicais, que muitas vezes convergem entre si, e em outras são completamente únicas. Bandas como Charlie Brown JR, CPM 22, Raimundos, Audioslave, Rage Against the Machine, Metallica, Van Halen, Guns 'n' Roses tem bastante influência no nosso som.

Que inspirações estão presentes nestes últimos lançamentos? As composições abordam histórias pessoais?

Os últimos lançamentos abordam temas relacionados às mudanças e à efemeridade da vida, relacionamentos amorosos e críticas ao funcionamento social dos dias de hoje. As composições são retratos e crônicas das nossas vivências na época em que vivemos.

O último lançamento foi muito bem recebido nos de sites de música especializada nacionais e internacionais . Como a banda está vendo esse feedback tão positivo do material lançado?

Estamos muito felizes com a recepção positiva das nossas músicas. Como entusiastas dessa arte, é incrível ver que o nosso trabalho vem tocando e instigando as pessoas. É realmente muito legal saber a nossa música vem fazendo parte do dia-a-dia de tanta gente assim.

Suas músicas demonstram muita intensidade e entrega por parte da banda. Existe alguma composição que seja mais especial para vocês?

Acredito que a nossa queridinha é a Pedido à Lua, que foi nossa primeira composição e a mais bem recebida pelo público. Mas certamente gostamos muito de todas as nossas composições.

Há previsão de novo lançamento?

Temos pelo menos 5 músicas no forno para este ano, e os lançamentos vão começar ainda no primeiro semestre. São músicas muito especiais que estamos trabalhando há um tempo, e que representam uma nova faceta musical da banda Papa Roots.





Comentarios


bottom of page