• Susse Magazine

Banda gaúcha, Microcosmo, lança novo single mixado em estúdio da Dinamarca

Duo traz influência de blues e trip rock no novo trabalho, que referencia Skinshape e Tommy Guerrero


Com mixagem realizada na Dinamarca, a banda gaúcha de rock alternativo Microcosmo lança seu novo single, Fim de Tarde (Sonho Bom) nesta sexta-feira (28/01), em todas as plataformas digitais. A nova música de trabalho vem após a grunge e energética Burn Away, lançada em 2021, e explora um lado mais sentimental, com referências de blues e trip rock.


Fim de Tarde (Sonho Bom) foi masterizada pela TapeTown, estúdio dinamarquês criado pelo produtor Rasmus Bredvig - fruto de sua paixão por estilos musicais alternativos. Rasmus conheceu a Microcosmo por meio da plataforma SubmitHub, que tem como objetivo reunir curadores e artistas independentes, tendo Burn Away como a primeira construção conjunta. “É muito bacana ter essa conexão internacional, pois o Rasmus foi cuidadoso e paciente com a nossa música. É importante que o produtor tenha esse cuidado com a criatividade do artista, estando nessa disposição de que, se rolar uma oportunidade de experimentaroportunidade de experimentar no meio do caminho, não haverá problema porque faz parte do processo criativo”, revela João Gomes, guitarristaguitarrista da banda.


“Meu processo de composição é muito livre, vem do fluxo de consciência. Deixo vir as frases e elas se constituem com o tempo, trazendo um significado não tão consciente de primeira, mas com o tempo, e relacionando com as coisas, acaba mostrando um significado mais profundo”, explica Yuri Garcia, o segundo pilar da Microcosmo. O novo single traz a dualidade entre medo e desejo, em uma visão de transformação e autoconhecimento - “onde devemos encarar as camadas mais profundas do nosso ser”, completa ele.


Na nova faixa, Yuri se divide entre vocal, baixo e bateria, enquanto João se aventura nas guitarras. Para o guitarrista, “a música é como uma onda feita pelo Yuri, e eu surfo nessa onda, transitando minhas melodias de guitarra e contribuindo com as minhas sensações para a canção”. Filipe Sonda assina a gravação e produção da canção.


Novos caminhos

Sendo totalmente independente, a Microcosmo foi criada por Yuri Garcia em 2015, na ideia de desenvolver um som diferente e menos pesado do que o artista estava acostumado. Em 2019, a banda lançou o seu único extended play, denominado Lótus, composto por quatro músicas. Foi então que, em 2020, João Gomes se juntou ao amigo e embarcou no projeto.

Agora, se encaminhando para os seis anos de celebração da banda, os integrantes almejam trilhar novos caminhos e explicam que suas maiores referências musicais partem dos modelos de grupos e artistas que amam. Entre as influências, estão Red Hot Chilli Peppers, Radiohead e Sticky Fingers. Indo além do óbvio, Yuri também comenta que Anderson Paak., 311 e John Coltrane são referências importantes para a Microcosmo. Da cena nacional, o músico Djavan e as bandas Forfun e Braza também são inspirações.


Confira:

https://open.spotify.com/track/6XeVE6y0RPNoRKwOeJjc0h?si=d8e3f7f81b224558